Tempo - Tutiempo.net

TEMER TENTA COMPRAR APOIO NA CCJ COM PRESIDÊNCIA DE FURNAS

Para tentar se manter no Planalto, Michel Temer já não esconde sua política de toma-lá dá-cá

 Às vésperas de o presidente da CCJ,  Rodrigo Pacheco, decidir quem será o relator da denúncia feita por Rodrigo Janot, Michel Temer é só agrados ao deputado.

Em um esforço de impedir que o caso chegue ao STF, Temer resolveu usar a presidência de Furnas como moeda de troca.

Pacheco terá uma demanda antiga atendida pelo Planalto: a troca do presidente de Furnas. Sai Ricardo Medeiros, e entra Julio Cesar Andrade. O deputado garante que não vai pautar suas decisões por isso.

A troca na presidência de Furnas desagradou ao ministro das Minas e Energia, Fernando Filho, que recebeu ordens superiores para fazê-la.

Atual diretor de administração, Julio Cesar entrou em Furnas indicado pelo senador Romário, mas conquistou apoio da bancada do PMDB de Minas e trocou de padrinho.

O governo sabe que precisará de mais do que Furnas para agradara Rodrigo Pacheco. Quem conhece o presidente da CCJ diz que todos os movimentos dele levarão em consideração um calculo político.

Leonardo Attuch

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS