Tempo - Tutiempo.net

Delegados da PF pedem a renúncia do ministro da Justiça e anunciam paralisação

Delegados da PF aprovam paralisação

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) aprovou, em assembleia, que a categoria promova paralisações e manifestações como forma de pressionar o governo Jair Bolsonaro a efetivar a reestruturação de salários e da carreira.

A associação diz que as paralisações serão parciais e realizadas de forma progressiva.

De acordo com a coluna do jornalista Fausto Macedo, do jornal O Estado de S. Paulo “os policiais também vão pedir a renúncia do ministro da Justiça Anderson Torres, pelo ‘desprestígio e desrespeitoso tratamento’ do chefe do Executivo para com a corporação”.

A insatisfação da categoria está ligada ao fato de Bolsonaro, em acordo com o ministro da Economia, Paulo Guedes, ter anunciado um aumento linear nos salários de todo o funcionalismo público federal, mas sem fazer menções à reestruturação das carreiras policiais da União ou de um aumento salarial acima da inflação.

As medidas foram aprovadas em Assembleia Geral Extraordinária realizada na segunda (2) e terça-feira (3).

Em nota a ADPF ressaltou que “a segurança pública foi a MAIOR bandeira de campanha do governo Bolsonaro e o destacado trabalho das forças de segurança vem sendo utilizado, indevidamente, pelo presidente como instrumento de marketing para a sua reeleição. Os policiais federais merecem respeito”.

Brasil

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS