Homem é queimado pelo povo após matar mulher e filho

O porteiro Odair José de Oliveira Santos, 30 anos,foi queimado vivo pelos moradores do município de Maiquinique, sudoeste da Bahia. Ele matou a ex-mulher e o filho de 8 meses.
Dai da Câmara, como era conhecido, e Debora Santos Lima, 19 anos, já não mais se entendiam. Ele foi até a casa da ex-mulher para conversar e, começou a agredí-la, atirando a sua cabeça várias vezes contra a parede, a ponto de matá-la. Depois de matar Débora, o criminoso foi ao quarto e pegou o seu próprio filho de 8 meses , atirou-o contra a parede do banheiro, onde fez o mesmo com a ex-esposa, em seguida, tomou uma pequena dose de chumbinho, mas não morreu.
Odair chegou a sair meio cambaleando para o meio da rua mas foi socorrido por populares e levado para o hospital onde contou tudo o que fez para uma enfermeira. A notícia se espalhou pela cidade e os moradores quebraram as grades do hospital, invadiram o laboratório e pegaram o criminoso.
Ele foi espancado em via pública e depois atearam fogo em seu corpo. A motivação para que ele matasse a ex mulher foi ciúmes.

 

 

Populares queimaram o criminoso

Fonte: Redação / Foto: Vermelhinho

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS