Tempo - Tutiempo.net

Homem mata onça-preta e comemora

O criminoso

As imagens de um homem comemorando o abate de uma onça-pintada melânica, ou onça preta, como é chamada popularmente, viralizaram nas redes sociais na última quarta-feira (20).

O episódio aconteceu dentro de uma reserva de proteção ambiental, no Maranhão, que abriga o pouco que ainda resta da espécie. Segundo a Polícia Civil, o homem foi preso na área indígena Arariboia.

No momento da prisão, o homem estava com o couro da onça abatida, duas armas de fogo do tipo espingarda, munição calibre 20mm, pólvora e material utilizado na prática de caça de animais silvestres.

A polícia ainda não deu informações sobre as pessoas que acompanharam o caçador no momento da morte da onça-preta. Uma delas chega a aparecer nas imagens divulgadas nas redes sociais.

Veja o vídeo abaixo.

Onças-pretas

A aparição de onças pretas é sempre motivo de celebração para os biólogos de todo o Brasil. O melanismo é uma alteração genética rara. A concentração de pigmento preto na pele ‘esconde’ as pintas comuns nesta espécie.

Com cerca de 1,90 metros de comprimento, o animal, que é solitário e territorialista, a onça chega a pesar 130 quilos.

De hábitos noturnos, se alimenta de catetos, capivaras, peixes, queixadas, jacarés, veados e tatus. A espécie ocorre em áreas de Cerrado, Pantanal e em florestas tropicais das américas Central e do Sul.

“Graças à todos que se comoveram e compartilharam o vídeo, o indivíduo responsável pelo abate da onça preta foi preso pela Polícia Civil do Estado do Maranhão. Se não fosse a proporção que a notícia tomou, a prisão jamais teria ocorrido de forma tão rápida e eficiente. Precisamos nos unir e lutar contra isso. É inadmissível que a caça de animais vire ‘esporte’”.

ONG Ampara Silvestre. Total apoio do cljornal

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS