Tempo - Tutiempo.net

Merval diz que Lula só não será presidente se surgir o “inesperado” e propõe que Bolsonaro desista para não ser preso

Merval e Lula

“Tudo parece se encaminhar para uma vitória do ex-presidente Lula na eleição presidencial de outubro, a não ser que o inesperado faça uma surpresa, como cantava Johnny Alf.”

“Nem tão inesperada assim seria uma desistência de Bolsonaro, prevendo a derrota certa e sem chance de tornar-se, como Trump nos Estados Unidos de Biden, a liderança contra o PT sem foro privilegiado que o proteja. Eleito senador, Bolsonaro poderia liderar a oposição.”

“Derrotado, pode ir para a cadeia. Sua saída do páreo mudaria a cena eleitoral”, escreve o jornalista Merval Pereira, em sua coluna desta terça-feira no Globo.

“Lula está fazendo tudo certo, inclusive contendo sua turma mais radical que, inebriada pelo clima de já ganhou, começou a anunciar medidas que não combinam com o que Lula anuncia que está planejando.”

“Pretende, segundo diz, fazer um governo mais amplo que o PT, assim como ele é maior que o partido que criou”, prossegue.

O governo de Bolsonaro é tão desastroso e pernicioso ao país que se torna palatável qualquer candidato que possa derrotá-lo.

Se a terceira via não conseguir se organizar, como tudo indica, Bolsonaro irá para o segundo turno perder para Lula. Mesmo porque, não há candidato na oposição que empolgue o eleitorado.

Assim como Bolsonaro levou os votos dos antipetistas em 2018 porque nenhum outro candidato conseguiu se mostrar mais eficaz na tarefa de derrotar o PT, agora Lula pode levar os votos dos que não querem Bolsonaro de jeito nenhum.

A não ser que Bolsonaro saia do páreo, conclui o jornalista.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS