Papa e líder mundial dos anglicanos prometem unidade em defesa da vida humana

O papa Francisco afirmou nesta sexta-feira (14) que a Igreja Católica e a Anglicana podem colaborar, juntas, na “defesa da vida humana”, na família “fundada no matrimônio” e “na ação por uma maior justiça social” que dê voz ao grito dos pobres. A declaração foi dada durante uma reunião com o primado da Igreja Anglicana e arcebispo de Canterbury, Justin Welby.
O encontro durou cerca de meia hora e ocorreu na Sala da Biblioteca do Vaticano.
Segundo Francisco, a meta de “caminhar em busca da união” entre católicos e anglicanos “poderá conquistar uma colaboração em diversos âmbitos da vida cotidiana”.
Por sua vez, Welby disse que “devemos amar os que são marginalizados, inclusive em países do exterior, porque a crise atual é global”.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS