Prefeito terá audiência com Jorge Solla pra tratar sobre Hospital Municipal da Criança

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Camas e berços amontoados, monitores infantis quebrados e equipamentos que por falta de uso e de manutenção já não mais têm serventia. Também por falta de cuidado os elevadores funcionam parcialmente. Em resumo, esta é a preocupante situação do Hospital Municipal da Criança Dr. José Eduaci Lins.

De acordo com a diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, os equipamentos da unidade não passaram por manutenções preventivas ou corretivas, ao longo dos últimos anos. Serviços de reparos não foram feitos na parte estrutural do hospital.

Na próxima segunda-feira, 25, às 15 horas, o prefeito José Ronaldo de Carvalho e a secretária de Saúde Denise Mascarenhas terão audiência com o secretário de Estado da Saúde, Jorge Solla. O encontro será para tratar de assuntos referentes à saúde pública no Município – o Hospital Municipal da Criança e as dificuldades no atendimento de obstetrícia estão em pauta.

A média de internamentos no Hospital da Criança chega a apenas seis pacientes por dia, mesmo sendo o ambulatório da unidade especializado em várias áreas da pediatria, como neurologia, pneumologia, endocrinologia, gastroenterologia, cardiologia e cirurgia pediátrica.

A taxa de ocupação é de somente 20% dos 30 leitos disponíveis. Quando da inauguração no dia 12 de outubro de 2006, havia 60 leitos. Nos últimos anos a oferta foi reduzida, com o fechamento de alguns espaços destinados a internamentos.

Gliberte Lucas salienta que a unidade está sendo subutilizada, mesmo com o quadro de funcionários mantido, que representa um custo fixo alto para o município. A quantidade de internamentos baixa significa faturamento na mesma proporção.

 

 

Fonte: Redação / Secom

OUTRAS NOTÍCIAS