Decreto de Bolsonaro para privatizar o SUS é rechaçado e governo é chamado de “genocida”

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
O chamam de genocida

Nesta quarta-feira (28), após o presidente Jair Bolsonaro divulgar a entrega para a iniciativa privada da gestão da atenção primária à saúde, o que inclui as Unidades Básicas, do Sistema Único de Saúde (SUS), internautas chamaram o governo de genocida.

A medida foi recebida com críticas pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), por representar uma ameaça à universalidade do atendimento à saúde, prevista na Constituição.

A repercussão foi altamente negativa para o governo bolsonarista.

OUTRAS NOTÍCIAS