Geddel : ‘Parece que Wagner não vive na Bahia’

Em entrevista concedida ao Bahia 247 nesta terça-feira (16), o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa e cacique do PMDB baiano, Geddel Vieira Lima, disse que tem visto com muita preocupação o “clima de guerra” instalado pela criminalidade na Bahia.

 

Para o peemedebista, falta uma política de segurança pública para a Bahia e acusa o governo de não ter um programa definido de enfrentamento à violência. A razão dessas críticas são os alarmantes índices registrados na capital baiana somente nesse fim de semana com 14 homicídios e 49 carros roubados como também nas últimas 24 horas o número assustador de oito assassinatos, uma tentativa de homicídio e 25 ocorrências de roubo e furto de veículos na capital e na Região Metropolitana (RMS).

 

Geddel ainda afirma que o que mais lhe preocupa é o fato, segundo ele, de “o governador não dar importância” àquela que é, sem dúvida, uma das mazelas da sua gestão” (violência).

“Falta atitude do governador. Me deixa bastante assustado andar por Salvador e pela Bahia toda, ver o problema de perto e saber que o governador transita acima dos problemas do nosso estado. Wagner fica alheio ao problema da segurança pública e prioriza propaganda de obras que ninguém sabe quando vão ficar prontas”, disparou Geddel.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS